ASBIN - Associação dos Servidores da Agência Brasileira de Inteligência
ASBIN - Associação dos Servidores da Agência Brasileira de Inteligência
Dia das Mães para as Mães de todos os dias
Dia das Mães para as Mães de todos os dias
Enviado: 10/05/2018 às 15:10:00

Roberto Numeriano e Carlos Estrela*


Neste segundo domingo de maio o Brasil comemora mais um Dia das Mães. Desde as primeiras décadas do século passado, com o avanço dos direitos femininos no campo social e político, a dimensão da mulher como cidadã e ser social também tem impactado positivamente o papel de mãe. A mulher brasileira mãe começou a ter reconhecido alguns direitos sociais fundamentais à medida que a sua cidadania política avançou (e avança) na forma de leis constitucionais e programas assistenciais para a família.

No entanto, há muito a ser feito. Sobretudo porque, conforme apontam os dados do IBGE nas pesquisas por domicílio, a maior parte dos lares do país é sustentado por mães trabalhadoras (muitas das quais com rendas em empregos precários, quase sempre informais). O Estado brasileiro, secularmente escravocrata e insensível à situação dessa mulher que vive no sacrifício da dupla jornada – pois é mãe e assalariada ou trabalhadora informal –, precisa criar mais políticas públicas que propiciem meios de o seu papel de mãe e trabalhadora ser vivido com dignidade.

Em nossa opinião, a universalização da educação integral para os jovens e o acesso às creches pelas mães que trabalham são essenciais para as mulheres que enfrentam a dupla jornada. Para além das rosas e cartas amorosas dos filhos, para além dos discursos das autoridades, a mulher, na sua função de mãe trabalhadora, necessita desse apoio que é obrigação do Estado suprir, desde a educação básica, a partir dos municípios e indo até o governo federal.

A ASBIN, por meio de sua Diretoria, vai defender sempre as necessidades dessas mães de todos os dias. Segue então o nosso abraço às mães brasileiras, trabalhadoras no lar ou nas indústrias, comércio, agricultura e área de saúde, educadoras, funcionárias públicas, comunicação, áreas de engenharias, enfim, em todos os seus espaços conquistados com luta e méritos.


(*) Delegado e presidente, respectivamente, da Associação dos Servidores da Agência Brasileira de Inteligência (ASBIN).