ASBIN - Associação dos Servidores da Agência Brasileira de Inteligência
ASBIN - Associação dos Servidores da Agência Brasileira de Inteligência
Mídia: E a culpa é da Abin? (Medium)
Mídia: E a culpa é da Abin? (Medium)
Enviado: 14/06/2017 às 18:58:21

Por Fábio Pereira Ribeiro*

Desde 1500 o Brasil não se acerta, até tenta, mas não se acerta, salvo em uma coisa, em culpar alguém. Nisto até doutorado tem, em culpar alguém.

As instituições de Estado sempre buscam um "bode expiatório" para corrigirem seus erros, e desta vez, mais uma vez, dentre outras vezes, foi a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Tem gente que ainda acha que a Abin é o SNI com outra sigla. Mas esquecem que a 9mm na mão do marginal que irá te assaltar amanhã chegou simplesmente porquê alguém dos poderes executivo, legistativo e judicial não tomou decisão com a inteligência produzida dentro do SisbinN, ou Sistema Brasileiro de Inteligência, gerenciado através da Abin e seus diversos órgãos participantes.

Assim, depois de tanta desinteligência nacional e política, a culpa é do Serviço Secreto?

Então a última "barriga" da imprensa agora é a verdade nacional? Seria um Chefe-de Estado com tantos problemas pela frente acionar um órgão que foi relegado ao "Inferno de Dante" nos últimos 14 anos? Seria no mínimo burrice, não é? Ou falta de inteligência? (não aguentei os risos).

Cada vez mais defendo a atuação da Abin no exterior, principalmente para fugir destas bagunças institucionais de um Estado perdido, e de fato cumprir com suas funções constitucionais. As últimas notícias confirmam minha tese, inteligência de Estado tem lógica na política internacional onde Estados, mesmo amigos, estão em guerra permanente contra Estados, cada um pelo seu interesse particular, mesmo em grupo. Por exemplo, segundo a tese da "barriga" da revista, poderiam da mesma forma a Polícia Federal, ou o Serviço de Inteligência do Exército, da Marinha, da Aeronáutica, ou até mesmo da Receita Federal, quiçá do PCC monitorarem um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)? Ou por exemplo, um serviço privado de inteligência monitorar agentes públicos que atuam na Lava Jato (muita gente sabe disto)? Por quê a Abin é o alvo? Logo agora que a Abin encontrou de fato seu rumo? Será que um conhecido serviço privado de espionagem não espionou os Ministros do STF?

Bom, basta ter inteligência para saber a verdade…

(*) especialista em inteligência estratégica e política internacional, desenvolve negócios nas áreas de educação e inteligência na África, Ásia e Estados Unidos. Já ministrou palestras no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e na Universidade Columbia. É articulista do blog “Brasil no Mundo” na revista “Exame”, no “Diário da Rússia”, no “Jornal da Orla”, no jornal “A Tribuna” e na revista “Voto”.

Fonte: Portal Medium